terça-feira, dezembro 11

Reunião no MPT termina sem acordo e vigilantes mantêm greve em toda a Bahia

Foto: Paulo José/ Acorda Cidade

Após mais uma rodada de negociação, realizada na tarde desta quinta-feira (1º), no Ministério Público do Trabalho (MPT), os vigilantes decidiram continuar em greve por tempo indeterminado.
A reunião entre o sindicato da categoria (Sindvigilantes) e representantes legais do sindicato patronal, mediada pelo MPT, durou cerca de três horas. A proposta feita aos vigilantes, de 1% de reajuste salarial, foi considerada insalubre pelo órgão trabalhista, e outra audiência foi agendada para o próximo dia 6 de junho, às 9h, para tentar solucionar o impasse.
De acordo com o Sindvigilantes, a categoria estará reunida hoje na sede do sindicato em Salvador para definir os próximos atos pela Bahia.
Enquanto isso, em toda a Bahia, bancos e repartições públicas continuam sem funcionar por conta da paralisação. Em Feira de Santana, clientes reclamaram na manhã de ontem (31) da falta de dinheiro em caixas eletrônicos, falta de envelopes e a interrupção do serviço de depósitos de dinheiro e cheques, além da restrição de saques. As agências da Previdência Social também suspenderam os atendimentos. (Acorda Cidade) 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *