quinta-feira, novembro 15

Mestre em finanças dá dicas de como economizar durante as compras de material escolar


Preocupação dos pais de estudantes todo início de ano, a lista de livros e materiais escolares é uma das responsáveis pelo aumento das despesas deste período. A estimativa da Associação Brasileira de Fabricantes e Importadores de Artigos Escolares (Abfiae) é de que esses produtos tenham um ajuste de ma is de 10% comparado ao ano de 2017. O mestre em Controladoria e Finanças e professor dos cursos de Administração e Ciências Contábeis da Centro Universitário Estácio da Bahia, Alex Magalhães, dá dicas de como reduzir os custos e otimizar as compras.
 
De acordo com o professor, uma boa alternativa para economizar é reaproveitar os materiais que foram pouco ou não utilizados no ano anterior, como lápis de cor, canetas, apontadores e lapiseiras. “Antes de ir às compras é necessário fazer uma boa busca para não desperdiçar os materiais que ainda podem ser usados.”
 
Para pais que têm filhos com idades diferentes, uma opção é fazer o rodízio de materiais e livros didáticos ou mesmo conversar com os parentes para saber se existe a possibilidade de fazer trocas.
 
Outra dica importante para quem deseja reduzir os gastos é realizar compras coletivas. “Procure conversar com os pais dos coleguinhas e organizar uma compra coletiva pois os produtos poderão ser comprados em atacado e isso ajuda a reduzir o preço”, recomenda Magalhães.
 
Antes de ir às compras, é prudente fazer vários orçamentos, verificando o preço em diversos locais. “Leve a lista em várias lojas e compare os preços e condições de pagamento. Lembrando de que o pagamento à vista pode ser negociado, com pedido de desconto”, ressalta o professor.
 
O especialista diz que é importante não se apegar a marcas e personagens, pois isso encarece o preço do material. É interessante também conversar com os vendedores para saber mais sobre promoções e condições de pagamento, além da relação custo-benefício de adquirir algum material mais caro, mas com maior qualidade e durabilidade.
 
Magalhães aconselha observar com cuidado toda a relação de materiais, verificando se existe algum item que não é de responsabilidade dos pais, mas que algumas escolas colocam na lista, como: papel higiênico, detergente, álcool, copos e talheres descartáveis, grampo, grampeador, pastas classificadoras, tinta para impressora, grande quantidade de papel, entre outros. “A lei federal (nº 12.886/13) proíbe a inclusão de materiais de uso coletivo na lista. Estes materiais devem ser contemplados na mensalidade escolar. Os únicos materiais que os pais são obrigados a comprar são as apostilas e materiais didáticos que serão usados pelos alunos”, lembra.
 
“Outro ponto importante é que algumas escolas cobram uma taxa extra de material que os pais não são obrigados a pagar. Mas caso resolvam efetuar o pagamento desta taxa, peçam que a escola apresente a lista de material detalhada contemplada nesta taxa”, complementa Magalhães.
 
Realizar as compras pela internet, diz o professor, também é uma boa opção para economizar, mas é necessário ficar atento ao prazo de entrega para não correr o risco de as aulas começarem sem o material ter sido entregue. Outro cuidado: checar a confiabilidade do site, se há lojas físicas e registro de reclamações de outros consumidores a respeito dele.  Para mais esclarecimentos sobre cobranças duvidosas ou algum tipo de exigência imposta pela escola ou para realizar reclamações ou denúncias, Magalhães recomenda a consulta ao Procon.

 Sobre a Estácio

A Estácio, uma das maiores e mais respeitadas organizações educacionais do Brasil, atua há 47 anos no segmento de ensino superior. Fundada no Rio de Janeiro, está presente em 23 estados e no Distrito Federal, por meio do ensino presencial, e em todo o Brasil com o EaD, contando com mais de 500 mil alunos matriculados e uma estrutura de cinco mil colaboradores e dez mil professores.

A Estácio oferece cursos de Graduação e Pós-graduação (lato sensu e stricto sensu) reconhecidos pelo MEC com elevados conceitos de qualidade, além de soluções corporativas e cursos de extensão. A instituição aposta na tecnologia e na inovação como diferenciais para aprimorar o aprendizado e mantém seus currículos alinhados com as necessidades do mercado de trabalho. Todos os alunos recebem material didático gratuito, de alto nível, em uma cadeia totalmente sustentável.

Assessoria de Imprensa (BA)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *