terça-feira, dezembro 18

Prefeito Nena se reúne com o secretário estadual de Saúde Fabio Vilas-Boas

O prefeito de Inhambupe Fortunato Silva Costa – Nena, acompanhado do deputado Federal José Nunes e do secretário de Saúde Carlos Frederico, reuniu-se na manhã desta segunda-feira (29), com o secretário estadual de Saúde Fabio Vilas – Boas, em Salvador, para tratar, dentre outros assuntos, sobre os equipamentos que serão doados pelo Governo do Estado ao Hospital Municipal Antônio Carlos Magalhães, um compromisso assumido pelo governador Rui Costa.
De acordo com subsecretário estadual de Saúde, Adil Duarte, de imediato, serão enviados alguns equipamentos que se encontram no almoxarifado, e o restante aguardará a entrega pelos fornecedores ao Estado. Duarte informou ainda, que também serão usadas as emendas impositivas do deputado federal José Nunes para a compra de equipamentos hospitalares no valor de 450 mil, e uma ambulância no valor de 70 mil reais.
“Inhambupe apresenta soluções aos problemas de saúde enfrentados pelos usuários do SUS, principalmente em relação a cirurgias eletivas e à lotação do Hospital Dantas Bião. São essas parcerias que a SESAB quer”, declarou o subsecretário.
O secretário de saúde Carlos Frederico (Tonzinho) ficou muito satisfeito com o resultado da reunião na secretaria de Saúde do Estado. “Foi de extrema importância, não só para o município, mas para a microrregião de Alagoinhas”, disse, acrescentando que “A receptividade por parte do Estado foi a melhor possível, eles entenderam nossa mensagem e dessa forma, todos saem ganhando”.
O deputado federal José Nunes exaltou a solidez da parceria entre Inhambupe, Governo do Estado e seu mandato. “Estarei sempre ao lado do prefeito Nena para buscar recursos que proporcionem melhores condições de vida à população de Inhambupe”, afirmou.
O prefeito Nena garantiu a entrega imediata do centro cirúrgico, tão logo estiver totalmente equipado. “Acreditamos que ainda no primeiro semestre estaremos com suporte para atendemos às demandas de Inhambupe e região, especialmente nos casos de maior gravidade”. 

Com Ascom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *