quarta-feira, novembro 21

Bolsonaro volta a receber apenas alimentação via endovenosa

O candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, voltou a se alimentar apenas por via endovenosa, nesta quarta-feira (12), depois de apresentar uma distensão abdominal.

Ontem (11) a equipe médica havia iniciado a alimentação por via oral, mas ela foi suspensa na manhã de hoje depois dos problemas apresentados.

De acordo com o último boletim médico do hospital onde está internado, em São Paulo, divulgado às 19h desta quarta-feira, a reintrodução alimentar pela via oral dependerá da evolução das condições de saúde de Bolsonaro. “O quadro de saúde do paciente se manteve inalterado nas últimas 12 horas”, diz o texto.

O paciente, que está na unidade de terapia semi-intensiva, não apresenta febre ou outros sinais de infecção. Além disso, ele continua recebendo as medidas de prevenção de trombose venosa.

Bolsonaro levou uma facada na região abdominal na última quinta-feira (6), quando participava de uma atividade de campanha em Juiz de Fora, em Minas Gerais. Ele foi atendido pela Santa Casa de Juiz de Fora, onde recebeu os primeiros atendimentos após a facada e passou por cirurgia. O candidato foi transferido para o Hospital Albert Einstein na sexta-feira (7), a pedido da família.

Por Camila Maciel – Repórter da Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *