sábado, novembro 17

Secretaria da Educação do Estado inaugura duas classes hospitalares em Feira de Santana


Duas Classes Hospitalares foram inauguradas, nesta quinta-feira (08), nos Hospitais Estadual da Criança e Geral Clériston Andrade, em Feira de Santana  (a 116 km de Salvador). A ação faz parte do Serviço de Atendimento à Rede em Ambiências Hospitalares e Domiciliares (SARAHDO) desenvolvido pela Secretaria da Educação do Estado. Serviço proporciona o aprendizado escolar a estudantes enfermos, que estão internados nas unidades hospitalares ou que precisam estudar em casa. Em Feira serão 240 estudantes beneficiados. Com as novas unidades, o Estado alcança o atendimento de 1900 alunos, divididos em 12 classes hospitalares e domiciliares na Bahia.

Para o superintendente de Políticas para a Educação Básica do Estado, Ney Campello, a Educação tem que estar pronta para atender o aluno em todas as esferas, seja física, emocional ou psíquica. “Por isto, temos que pensar a educação com a função primordial de cuidar do aluno e não apenas responsável por passar assuntos de Matemática e Química; entendendo que os estudantes passam por dificuldades e temos que estar preparados para atendê-los. O SARAHDO chega com essa ideia de dar uma nova perspectiva ao estudante que está enfermo ou hospitalizado”, afirmou.

A professora de Linguagens, Alexandra Patrocínio, contou que a modalidade de ensino preenche uma lacuna na Educação. “Esta ação vem garantir que a educação chegue incondicionalmente a todos que desejam. Trabalhamos uma pedagogia adaptada que respeita as necessidades de cada um. Acredito que podemos promover a continuidade dos estudos como uma forma de socialização destes alunos”, disse.

O estudante J. S, 12 anos, internado no Hospital da Criança, destacou a felicidade ao saber que iria continuar os estudos. “Nessa semana fiquei sabendo dessa chance de poder estudar, principalmente porque não tenho ainda uma data para sair daqui. Gosto muito de Português e também quero aprender bastante neste período”, comemorou.

A rede estadual de ensino conta ainda com classes hospitalares e domiciliares em funcionamento no Hospital Geral Roberto Santos, em Salvador; no Hospital Regional Costa do Cacau, em Ilhéus; e nos Hospitais Manoel Novaes e Calixto Midlej e nos Grupos de Apoio à Criança com Câncer e ao Paciente Oncológico, em Itabuna. Além destes, são feitos quatro atendimentos domiciliares. A modalidade de ensino atende estudantes da rede estadual enfermos do Ensino Médio e da Educação de Jovens e Adultos (EJA), assegurando-lhes escolaridade, atendimento educacional especializado e tratamento personalizado e humanizado, no âmbito da Educação Inclusiva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *