sexta-feira, dezembro 14

AL-BA precisa de aproximadamente R$ 80 milhões para fechar contas

O presidente da Assembleia Legislativa (AL-BA), deputado estadual Angelo Coronel (PSD), confirmou nesta terça-feira (27) que oparlamento precisará de aproximadamente R$ 80 milhões para fechar as contas.

Conforme ele justificou em conversa com o BNews, o pedido de suplementação não se trata de nenhum gasto supérfluo, bem como nenhum privilégio. “Somente com a aprovação do Plano de Cargos e Salários, a Casa gastará R$ 58 milhões por ano, somado a R$ 13 milhões com aposentados e mais as despesas não programadas com o incêndio que ocorreu em julho”, explicou.

“E ainda mostrarei tecnicamente ao governador que são despesas que geraram benefícios aos cofres públicos”, arrematou. Conforme Coronel, a AL-BA tinha um de débito de R$ 1,2 bilhão com uma ação trabalhista que já estava transitada e julgada em fase de execução no Supremo Tribunal Federal (STF).

“Mas em ocasião da morte do ministro Teori Zavascki, o processo foi redistribuído e nesse intervalo fizemos o acordo com o sindicato que resultou em uma economia de R$ 800 milhões para os cofres da Assembleia e do Estado”, minimizou, complementando se tratar de um processo que se arrastava há muito anos.

“Não deixa de ser uma suplementação considerável, mas gerou economia de R$ 800 milhões para os cofres caso a sentença fosse executada”.

Contudo, o presidente nega que exista qualquer condicionante para aprovação dos projetos de reestruturação do Estado que serão enviados à Assembleia, de forma a se adequar a Lei de Responsabilidade Fiscal.

“Não tem nenhuma condicionante para a aprovação de projetos. Não trabalho com chantagens e sim com diálogo. Me reunirei na sexta-feira (30) para uma conversa com o governador e dentre outras pautas, essa deve ser discutida”, assegurou.

Fonte: Bnews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *