terça-feira, janeiro 22

Concursos somam mais de 2,2 mil vagas no Nordeste

Seleções de prefeituras da região se destacam; salários podem chegar a R$ 10 mil, veja dicas de caoch para se dar bem

Nas próximas semanas, estarão abertas 2.276 vagas de concursos públicos promovidos por prefeituras e câmaras municipais do Nordeste. Os cargos nos poderes executivo e legislativo oferecem salários que vão de R$ 980, na Câmara Municipal de Ibirajuba(PE), a R$ 10 mil na cidade de Jardim do Seridó (RN). Na maioria dos casos, os salários mais altos são destinados a médicos. Mas em todos os estados da região há muitas oportunidades para os níveis fundamental, médio e superior. 

A coach Letícia Nobre, especializada em concurso, ressalta que,  com o anúncio da suspensão dos grandes concursos federais, as seleções para as prefeituras passaram a chamar mais a atenção dos concurseiros. “O risco, nesse caso, é resistir à tentação de se candidatar para várias provas ao mesmo tempo sem estar preparado competitivamente para nenhuma delas”, afirma.  

Letícia assinala que é preciso fazer a escolha pela carreira que irá exercer e não pela prova. Para ela, é um erro focar na avaliação e não no cargo a ser ocupado. “Há uma situação em que vale a pena se inscrever em mais de um concurso ao mesmo tempo: quando se trata de um mesmo cargo – ou muito parecido – e/ou que tenham pelo menos 80% do conteúdo programático idêntico”, declara. 

“Entendo que é uma escolha difícil, pois aparentemente são várias oportunidades”, complementa. Mas ela considera que nem toda chance é oportunidade se não há uma preparação consistente para essa mudança de status. “Para ajudar nessa escolha, recomendo pontuar prós e contras e, claro, saber que requisitos são essenciais para atender às suas necessidades”. 

A coach de concurso Letícia Nobre, dá dicas para o concurseiro estudar para provas de prefeituras (foto: Divulgação)

‘crime’

Letícia classifica como “um crime contra si mesmo” fazer concurso por fazer, porque o importante é passar.

Para ela, isso é desvalorizar a construção profissional e ir contra a população, que corre o risco de ter um profissional pouco comprometido com suas funções.  “Ganham as bancas organizadoras que arrecadam muito mais do que seria realista e os vendedores de materiais e de cursos, ninguém mais”, diz.

Plano de estudo para época de festas

Ritmo Todo plano de estudo presupõe um tempo escolhido para se dedicar a aprender e/ou revisar os conteúdos que serão cobrados nas provas. Ao contrário do que se imagina, o concurso deve se adaptar à vida e não o contrário

Flexibilidade A estratégia muda um pouco dependendo do momento do concurso. Em todos os casos, o tempo dedicado varia de pessoa para pessoa, não sendo realista determinar arbitrariamente essa definição

Edital Se não há edital lançado, nem sequer autorização, é o melhor dos mundos. Estuda-se com mais tranquilidade e se torna possível abordar todos os conhecimentos do edital sem pressa. Se o edital já foi lançado,   isso significa que as provas vão ocorrer em menos de 60 dias. Assim, é preciso identificar os conteúdos mais recorrentes e com maior peso  para criar um diferencial

Festejos Momento crítico para os concurseiros que passam pela tentação que a vida social e familiar ofertam nesse período do ano. Não há problema em viver momentos com a família e amigos nessas festividades e confraternizações. Ninguém deixou de ser aprovado porque ficou dois dias comemorando o Ano-Novo em vez de estar trancado em casa estudando. É preciso cautela. Se o edital está lançado, as comemorações precisam ser mais tímidas para não
prejudicar o planejamento feito até a prova.

 

 

 

FONTE:  Correio 24h

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *