quarta-feira, março 20

Policia Militar da Bahia pode entrar em greve caso não tenha diálogo na AL-BA

Os cerca de 200 servidores públicos estaduais que invadiram o plenário da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) na tarde desta terça-feira (11) decidiram continuar no local e “acampar” até amanhã.


O presidente da APLB-BA, Rui Oliveira, colocou a proposta em votação e foi acatada pela maioria.

Em entrevista com o Cidade Alerta nessa terça-feira o Deputado Soldado Prisco afirmou que se não houver acordo a PMba pode entrar em greve e ressaltou os ataque que os Policias vem sofrendo nos últimos dias.

Oliveira solicitou que sindicatos providenciem água, café e alimentos para que permanecer na Casa, já que votação poderia acontecer a qualquer momento, inclusive de madrugada. “A melhor de fazer essa contraposição, já que o Coronel anunciou uma nova sessão amanhã, é a gente não sair daqui hoje”, sugerindo que cada categoria deixasse no plenário uma quantidade de representantes para assegurar a presença na votação desta quarta-feira (12).

De acordo com o sindicalista, a decisão foi tomada após receber mensagens de WhatsApp apontando para uma convocação extraordinária para a manhã desta quarta.

 

 

 

FONTE: Bahia Informa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *