Liquida Salvador começa nesta sexta; são 5,5 mil lojas com até 70% de desconto

Antes da chegada do Carnaval, os soteropolitanos terão outro motivo para a festa: cerca de 5,5 mil pontos de venda de Salvador e Região Metropolitana estarão em promoção a partir desta sexta-feira (8), com o início da Liquida Salvador, que está na sua 21º edição e acontece em shoppings e lojas de rua até o dia 17 de fevereiro. Lojas de shoppings prometem descontos de até 70%.

Na edição deste ano, 22 prêmios serão sorteados para os consumidores que cadastrarem seus cupons: um Jeep Compass, uma motocicleta Harley-Davidson, dez Smart TVs de LED 40 polegadas e dez vale-compras no valor de R$ 1 mil cada um. O sorteio dos cupons será realizado com transmissão ao vivo, no dia 22 de fevereiro, às 11h, na sede da CDL Salvador.

A cada R$ 50 reais em compras efetuadas com qualquer forma de pagamento nas lojas participantes, o consumidor tem direito a um cupom. As chances podem duplicar ou triplicar caso o comprador faça o pagamento com a bandeira MasterCard ou na máquina da Rede. Por conta do patrocínio das empresas, aqueles que optarem por pagar através do MasterCard terão direito a dois cupons. Já para aqueles que utilizarem o Mastercard na máquina da Rede ou Pop Credicard receberão três cupons.

Para participar, também deve-se responder a pergunta “Qual é a maior promoção de comércio de Salvador?” e responder “Liquida Salvador 2019”.

Prêmios para lojistas
Os lojistas e vendedores também irão concorrer a prêmios. Proprietários de estabelecimento concorrerão a uma viagem internacional para Lisboa com direito a acompanhante, enquanto cinco vendedores serão contemplados com cartões pré-pagos no valor de R$ 1 mil cada. O sorteio dos cupons também será no dia 22 de fevereiro, às 11h.

As vantagens para os lojistas participantes não param por aí: eles poderão parcelar em três vezes o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) de fevereiro, com vencimentos em março, abril e maio. 

Para participar da promoção, no entanto, a CDL exige que descontos reais sejam dados à população e alerta para que os compradores pesquisem os valores nas lojas para confirmar que os produtos estão mesmo mais baratos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *