terça-feira, maio 21

Após mãe de Geddel alegar problemas de saúde, Justiça autoriza depoimento por escrito

O juiz substituto da 10ª Vara da Justiça Federal em Brasília, Ricardo Leite, autorizou que a mãe do ex-ministro Geddel Vieira Lima, Marluce Vieira Lima, preste depoimento por escrito, no processo que apura a origem dos R$ 51 milhões apreendidos em malas de dinheiro em um apartamento em Salvador.

A oitiva estava marcada para esta sexta-feira (15) e a defesa tentava adiar o interrogatório, ao alegar problemas de saúde de Marluce. No entanto, o juiz federal não concordou.

Ele concedeu um prazo de 10 dias para que o Ministério Público Federal (MPF) formule as perguntas a Marluce.

Depois desse período, a defesa da ré terá mais 10 dias para preparar suas perguntas. Marluce terá então 15 dias para responder. Os prazos começam a contar a partir da próxima segunda-feira (18).

“Caso não haja possibilidade sequer de que de a acusada responda a essas perguntas, deverá o atestado médico consignar expressamente esta ressalva”, determinou o magistrado, segundo o G1.

 

 

 

 

 

FONTE: Bahia-Ba 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *