quinta-feira, novembro 14

Polícia abre inquérito para apurar morte de idoso mordido por pit bulls em Alagoinhas

A Polícia Civil abriu inquérito para investigar a morte de um idoso de 70 anos, que foi mordido por dois cães da raça pit bull, em Alagoinhas. O dono dos cachorros, que também é proprietário da fazenda onde os animais ficam, foi intimado para depor e deve ser ouvido na quinta-feira (21).

A vítima, identificada como José Valter Bispo Damasceno teve os dois braços e uma perna amputados por causa dos ferimentos. Ele morreu na noite de terça-feira (19), após ficar 10 dias internado no Hospital Geral do Estado (HGE). Ele foi enterrado em Alagoinhas, nesta quarta.

Segundo informações do delegado Luís Enock Passos Souza, que investiga o caso, os familiares de José Valter registraram o caso na tarde de terça. Inicialmente, o dono dos cachorros, que também é proprietário de uma fazenda onde os cães ficam, pode responder por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. A identidade dele não foi revelada.

Os familiares da vítima também serão ouvidos pela polícia ainda nesta semana.

José Valter Bispo Damasceno foi atacado pelos cães quando pescava em um rio da cidade de Alagoinhas, no dia 8 de fevereiro. Por conta da gravidade dos ferimentos, a vítima precisou ser transferida para o HGE no dia seguinte.

Quando chegou na unidade de saúde da capital baiana, Damasceno já tinha sofrido as amputações dos braços. Na noite de segunda-feira (18), uma das pernas foi amputada.

À polícia, um sobrinho da vítima contou que o idoso estava pescando em um rio do bairro Dois de Julho, quando foi atacado pelos cachorros. O sobrinho contou ainda que, para chegar ao rio, é preciso passar por um terreno que pertence ao dono dos animais.

Após o ataque, o idoso foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado a um hospital de Alagoinhas, de onde foi levado para Salvador.

FONTE: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *