quarta-feira, maio 22

Ford: “A Bahia não pode pagar essa conta”, diz Alex Lima

Na manhã desta quarta-feira (13), o deputado estadual Alex Lima (PSB) usou as redes sociais para criticar a ameaça de fechamento da fábrica da Ford, no município de Camaçari, Bahia.

“Exigir plano de mitigação após fechamento da unidade de São Bernardo do Campo sob ameaça de suspender benefícios tributários da fábrica em Camaçari, é inconcebível. Não é justo vincular as duas unidades. A Bahia não pode pagar essa conta”, disse o deputado, que já sugeriu à Assembleia Legislativa da Bahia, um documento suprapartidário, solicitando uma audiência com o presidente da República Jair Bolsonaro (PSL) para discutir o assunto.

“Existem disputas ideológicas e visões politicas diferentes, mas tenho absoluta convicção que esse é um tema que une toda a Assembleia Legislativa da Bahia, a nossa bancada de 39 deputados federais, nossos três senadores, o nosso governador Rui Costa e todos os baianos e baianos que não aceitarão de forma alguma essa tragédia para o nosso Estado”, justificou.

ENTENDA O CASO – Após anunciar que encerrará as atividades em São Paulo, empresários da Ford e do Governo Federal se reuniram e a empresa foi cobrada por ter se beneficiado de subsídios que, só na esfera da União, somaram R$ 7,5 bilhões nos últimos cinco anos. Como a unidade de Camaçari continua recebendo benefícios federais, por meio de incentivos tributários e pela recente prorrogação do regime especial automotivo do Nordeste até 2025, foi levantada a possibilidade da suspensão desse incentivo que culminará no fechamento da unidade na Bahia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *