sábado, novembro 28
Shadow

Prefeitura de Alagoinhas distribui 800 toneladas de adubo orgânico às comunidades rurais

Com foco no fortalecimento da agricultura familiar e na melhoria da estrutura física dos solos semi-arenosos, a Prefeitura iniciou, esta semana, a entrega de adubo às comunidades rurais.

No total, 800 toneladas de adubo orgânico serão distribuídas, contemplando cerca de 1100 agricultores de 42 comunidades rurais.

A iniciativa faz parte do programa “Fertilizar o Solo”, da Secretaria Municipal de Agricultura (SEMAG), que realiza, pela 3ª vez consecutiva, a maior entrega de adubo aos produtores rurais de Alagoinhas.

“Para evitar o desvio de finalidade, a SEMAG vem adotando critérios de distribuição. Os agricultores precisam apresentar a Declaração de Aptidão ao PRONAF-DAP para serem beneficiados. A DAP é a certidão que atesta a condição de agricultor familiar. É um documento exigido em todos os programas federais e estaduais. Embora mais caro para a prefeitura, a SEMAG optou pelo adubo orgânico por causa de suas vantagens comparativas. Esse tipo de adubo possui os macro nutrientes nitrogênio, fósforo e potássio, que são liberados lentamente, permitindo uma absorção quase total pelas plantas. Além disso, promove a melhoria da biótica do solo, o que é muito importante para os solos arenosos de Alagoinhas”, explicou o secretário responsável pela pasta, Geraldo Almeida.

Segundo ele, a iniciativa não é pontual e faz parte do compromisso da Administração Pública Municipal com o desenvolvimento do campo.

“A oferta do adubo pela prefeitura faz parte do cumprimento da promessa do prefeito Joaquim Neto de transformar a SEMAG em uma secretaria de destaque no apoio aos agricultores familiares, o que vem conseguindo com as ações anuais de recuperação das estradas vicinais, entrega de adubo orgânico e apoio ao preparo do solo com tratores próprios ou através de parcerias”, ressaltou Geraldo Almeida.

A Secretaria Municipal de Agricultura informou que a quantidade de adubo distribuído a cada associação será estipulada de acordo com o número de agricultores ativos na lavoura e considerando a importância da localidade na economia agrícola do município.

Em termos gerais, a agricultura familiar é responsável hoje pela renda de 40% da população economicamente ativa do país e por mais de 70% dos brasileiros ocupados no campo, se caracterizando como um forte pilar do desenvolvimento nas unidades da Federação.

É visando ao potencial de crescimento das atividades no campo e da produção rural que a gestão tem fomentado iniciativas que contribuam ao preparo do solo nas localidades.

Só entre março e abril, o equivalente a 50 caminhões de 16 toneladas cada chegarão à zona rural do município. Já foram contempladas as comunidades de Conceição I, Conceição II e, na próxima semana, o adubo chega também a Nova Esperança. A previsão é de que novos insumos sejam distribuídos ainda no primeiro semestre deste ano pela secretaria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *