Requalificação do Entorno da Igreja de Alagoinhas Velha vai impulsionar a geração de negócios na localidade

Foto: Roberto Fonseca

As obras de requalificação do entorno da Igreja Inacabada, no bairro Alagoinhas Velha, trarão mudanças significativas na vida dos moradores, especialmente para os comerciantes que residem e trabalham no local. Um novo pavimento em intertravado está sendo instalado e até o final do semestre, a praça Costa Dórea também estará de cara nova, após a execução, com recursos próprios, do projeto de revitalização elaborado pela Secretaria de Infraestrutura.

Os comerciantes da região afirmam que a revitalização do entorno da igreja – que se encontrava degradado e oferecia pouca segurança para a população – além de ser uma iniciativa de grande importância para a valorização de um dos nossos maiores patrimônios históricos e culturais, vai impulsionar o desenvolvimento dos estabelecimentos da região e gerar novos negócios. E com a perspectiva das melhorias, eles também estão preparados para a novidade, investindo na ampliação, estética e na qualidade de serviços e produtos.

Eveline da Silva Santos, uma das sócias de uma pizzaria na Rua Pedro Dórea, conta que a loja está em ritmo acelerado de reforma, desde que  as equipes da prefeitura lhes apresentaram o projeto. “ No momento, estamos concluindo a laje, porque a intenção é criar um novo espaço em cima, mais arejado e aconchegante, e o passo seguinte será a mudança de toda a decoração do restaurante. Quando tudo estiver pronto lá fora e aqui, a movimentação será muito maior e vamos ganhar nova clientela,”, comemora Eveline.

“Ainda estamos em uma fase complicada, pois toda obra causa transtornos, mas meu projeto é aproveitar a valorização que o local vai ganhar, para mudar para outro ponto comercial bem maior, na mesma rua, onde também vou poder montar uma pastelaria e uma sorveteria”, conta Divaldino da Silva, dono de uma das padarias mais tradicionais da Rua Dórea, que também dá emprego para os seus três filhos. “Aqui, o dono da loja vai investir na construção do primeiro andar, mas antes mesmo das obras no entorno terminarem, já teremos portas de vidro e nova fachada”,  disse Joel Miranda, funcionário de uma loja de salgados.

Foto: Roberto Fonseca

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *