quinta-feira, agosto 22

Acidente com ônibus que levava time sub-15 do Bahia deixa dois mortos

Uma batida frontal entre um ônibus que transportava a delegação do time sub-15 do Bahia e um caminhão deixou dois mortos na manhã deste sábado (4).

O acidente aconteceu por volta das 7h, na BR-251, próximo ao município de Santa Cruz de Salinas, em Minas Gerais. A informação foi confirmada pela assessoria de comunicação do clube, que informou que a delegação estava a caminho de São Paulo para a disputa da Copa Nike.

De acordo com a Polícia rodoviária Federal, morreram o motorista do coletivo contratado pelo clube e o do caminhão – ambos ficaram presos às ferragens. Além disso, o condutor reserva do ônibus, que não teve seu nome revelado, foi arremessado para fora do veículo e ficou gravemente ferido. Ele foi socorrido por um helicóptero do Corpo de Bombeiros para um hospital de Montes Claros, em Minas Gerais.

A PRF informou ainda que o acidente aconteceu no km 236 da via. Segundo a PRF, a carreta invadiu a contramão causando a colisão com o ônibus que vinha no sentido da via. O caminhão, que transportava eletrodomésticos, foi saqueado por populares que passavam pelo local. 

Por meio de nota, o Bahia informou que “o motorista Carlos Oliveira Pacheco não resistiu à colisão frontal com uma carreta na região de Salinas, em Minas Gerais, e faleceu na hora. Ele era funcionário da MS Turismo, empresa a qual o veículo foi alugado”. O nome da outra vítima fatal não foi revelado.

Ainda segundo a assessoria de comunicação do Bahia, a delegação tricolor que estava no ônibus era formada por 22 pessoas – 16 atletas e 6 integrantes da comissão técnica. Nove deles precisaram de atendimento médico, todos sem gravidade. Com exceção do preparador de goleiros Duda Varjão, todos já receberam alta. O estado de saúde de Duda Varjão é bom e não preocupa.

“Nossos jovens atletas estão bem, mas alguns integrantes da comissão técnica foram encaminhados para atendimento médico. O coordenador da divisão de base Marcelo Vilhena já está se deslocando ao local”, completou o tricolor.

O treinador de goleiro Duda e o supervisor Adailton, com escoriações leves, foram levados para um hospital da região, assim como o treinador Fernando Oliveira, que sofreu uma fratura no tornozelo.

O Bahia informou ainda que “está em contato permanente com a Secretaria de Assistência Social de Salinas-MG e com os diretores dos hospitais que estão prestando socorro aos profissionais tricolores”. Disse ainda que “o clube está dando apoio no Fazendão, inclusive com psicólogos para as famílias, e está deslocando equipe para Minas, com o mesmo fim”. A delegação está a caminho de Montes Claros, em Minas Gerais, e de lá seguem de avião até a capital baiana. Devem chegar ainda neste sábado (4)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *