sábado, novembro 16

Chapa encabeçada por Gilberto Júnior disputará eleições do Atlético de Alagoinhas

Com o slogan ‘profissionalizar é preciso’, surgiu a primeira chapa que irá concorrer às eleições do Alagoinhas Atlético Clube. Essa chapa é encabeçada por Gilberto Junior, filho de um dos mais tradicionais torcedores do Carcará, o Gilberto Araújo. Gilberto Junior desde criança é torcedor do Atlético, seguindo os passos do seu pai vem acompanhando a trajetória do clube do coração e dessa vez vislumbra a possibilidade de concorrer as eleições do time Atleticano.

Segundo Gilberto Junior, o Atlético precisa ter uma gestão profissional, voltada não só ao futebol, mas também à outras modalidades a exemplo do Karatê, futsal, atletismo, basquete, além de dar mais ênfase as divisões de base do clube, que diga-se de passagem não vem sendo lembrado com carinho pelas últimas diretorias.

‘O futuro do Atlético está nas divisões de base. O Atlético é um time profissional, sem ativos para se sustentar e a única fórmula para se manter o ano todo é promovendo jogadores das divisões de base. Fazendo com que esses jogadores possam ser negociados.’, disse Gilberto.

Ainda segundo ele, o Atlético não deve ter planejamento apenas para a disputa do campeonato baiano, mas para o futuro. ‘Se não for assim vai ficar dependendo a vida toda de patrocinadores que pagam valores irrisórios.’, afirma Gilberto.

Uma das intenções divulgadas pelo pré-candidato é a construção do Centro de Treinamento do Atlético, antigo sonho do torcedor, e promessa de campanha de muitos ex candidatos. Porém, Gilberto garante que se eleito será uma realidade em sua administração. ‘Vamos cercar toda área pertencente ao Clube, fazer um projeto e no mínimo fazer um campo digno, onde o Atlético possa utilizar e aos poucos, buscando parceiros, iremos construir o Centro de Treinamento do Atlético.’, falou Gilberto.

Sobre débitos atuais do clube, segundo o pré-candidato, existem algumas informações circulando nas redes sociais que a agremiação deva cerca de 450 mil reais junto a Federação Baiana de Futebol, debito esse ainda não explicado pelos dirigentes que estão comandando o Atlético..

Em relação as eleições, ainda não foi divulgado a data oficial, há apenas especulações de que as eleições podem ser antecipadas, já que no ano que vem o Atlético vai disputar, além do campeonato baiano, a Copa do Brasil e a série D do Campeonato Brasileiro. Pelo estatuto do Clube, as eleições deveriam acontecer no mês de novembro, mas em virtude de falta de tempo para a nova diretoria organizar o clube para essas competições, as eleições devem ser antecipadas. Lembrando ao amigo leitor que quem marca a data da eleições do Clube é o Conselho Deliberativo, que tem o poder de convocar os sócios para discutir o formato das eleições.

Segundo o pré-candidato Gilberto Júnior, o atual Conselho Deliberativo do Atlético é inoperante. O vice-presidente da chapa, Marcio Ramos, vice presidente na chapa, inclusive, indaga se será preciso entrar na justiça para que possam ser marcadas as eleições do clube. O atual presidente do Conselho Deliberativo do Atlético de Alagoinhas é Albino Leite, ex-presidente do clube, apelidado pela torcida de Camisa Humana. Só lembrando ao amigo torcedor que pelo estatuto do clube, com assinaturas de 1/3 dos conselheiros uma assembléia para definir a data da eleição pode ser convocada.

Confira a composição da chapa do pré-candidato a presidente do Atlético de Alagoinhas,  Gilberto Junior:

Presidente: Gilberto Júnior

Vice presidente: Marcio Ramos

Diretor de Futebol Profissional: Moises Alves

Diretor social e Patrimonial: Leandro Cruz

Diretor Jurídico: Dr. Nei Morgado

As informações são do site News InFoco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *