Shadow

Sindicombustíveis defende autosserviço: ‘Temos que avançar como no resto do mundo’

A implementação do serviço de autosserviço nos postos de combustíveis vem sendo discutida em todo o país, inclusive na Bahia. Presidente do Sindicombustíveis, entidade que representa a categoria no estado, o empresário Walter Tannus defende a regulamentação do serviço.

“Entendemos que é um serviço em opção que o consumidor tem o direito de exercer. Vamos lutar para mudar a lei e proporcionar essas alternativas. Temos que avançar como no resto do mundo. Não vejo problema nenhum da população se adaptar. Está na hora do Brasil evoluir e deixar essas amarras para trás”, disse ao bahia.ba.

Atualmente tramita no Senado Federal o Projeto de Lei 2302/19, que revoga o PL 9.956/00 e que permite o funcionamento de bombas de autosserviço, operadas pelo próprio consumidor, nos postos de abastecimento de combustíveis.

Tannus participou na última segunda-feira (2) de uma audiência pública sobre o tema realizada na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), convocada pelo deputado estadual Niltinho (PP).

No encontro também esteve presente o presidente do Sinposba (Sindicato dos Trabalhadores de Postos de Combustíveis da Bahia), Antônio Lago, que sinalizou prejuízo na economia baiana cado o sistema fosse adotado. De acordo com ele, o autosserviço poderia desempregar 25% da mão de obra trabalhadora.

A reportagem tentou contato com o Sinposba, mas não obteve sucesso até esta publicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *