quarta-feira, fevereiro 19

PT-BA proíbe alianças com DEM e políticos bolsonaristas, mas não há vetos a partidos ligados ao presidente

A executiva do PT Bahia se reúne nesta terça-feira (17) para definir diretrizes para a estratégia eleitoral do partido nas próximas eleições. O grupo proibiu alianças com o DEM e políticos bolsonaristas, mas a proibição não atinge partidos ligados ao presidente Jair Bolsonaro. Atualmente, partidos que votam favoráveis a pautas bolsonaristas, como o PSD, PP e Podemos, estão na base do governador Rui Costa.

Ao BNews, o presidente da sigla, Éden Valadares, afirmou que a resolução não diz respeito aos partidos governistas na Bahia. “Sabemos que, eventualmente, tem parte da bancada que é da base de Rui e que eventualmente vota favorável a alguns projetos de Bolsonaro, mas não estamos nos referindo a eles. PSD, PP, Podemos e outros, eles aqui na Bahia atuam em defesa do legado de Lula, de Wagner e Rui. O que não aceitaremos são aqueles defendem e divulgam os ideais e os valores de Bolsonaro. Que cultuam o ódio, a intolerância e quem defende a violência como expediente político. São com esses que não admitiremos alianças, não subiremos no palanque e não queremos no nosso”, explicou.

A executiva estadual ainda decidiu acompanhar de perto os processos municipais, especialmente nas 50 maiores cidades do Estado, aprovando um calendário que prevê as definições sobre tática eleitoral, política de alianças e escolha de candidaturas somente após terminado o prazo de filiações, ou seja, depois de encerrada a chamada “janela eleitoral”.

De acordo com a resolução aprovada, “todos os municípios devem manter observância a este calendário”, bem como o diálogo com as direções estadual e nacional do PT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *