Estudantes baianos se engajam na luta pela prevenção ao Coronavírus

 Fotos: Divulgação

As escolas da rede estadual estão mobilizadas em ações de prevenção contra o novo Coronavírus (COVID-19). As novas ações pedagógicas – que reforçam as atividades já desenvolvidas durante o ano letivo, por meio de programas e projetos voltados à Educação Ambiental e à Promoção da Saúde na Escola –  estão sendo orientadas pelas secretarias estaduais da Educação (SEC) e da Saúde (SESAB), e incluem, além da higienização frequente das mãos, rodas de conversa e palestras, envolvendo toda a comunidade escolar e as famílias. Ainda entre as orientações está a de que se evite atividades que atraiam grandes aglomerações em ambientes fechados, durante o período de circulação dos agentes causadores de síndromes gripais, como o novo COVID-19.

Em Salvador, o Centro Juvenil de Ciência e Cultura (CJCC) promoveu, na tarde desta quarta-feira (11), uma roda de conversa com a professora de Biologia Aidil Garcez, da Oficina de Biotec, reforçando as orientações de como se prevenir. “O papel do educador é orientar, esclarecer, informar. Então, estamos levando o conhecimento de um assunto que o mundo inteiro discute. Se todos se conscientizam, fica mais fácil evitar a contaminação”, declarou a vice-diretora do CJCC de Salvador, Ianê Barbosa. A gestora destacou, ainda, que foi distribuído álcool gel 70º aos participantes.

Durante a atividade, os estudantes também conheceram o funcionamento do aplicativo “Coronavírus – SUS” desenvolvido pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em parceria com Ministério da Saúde. O aplicativo, que pode ser baixado nas lojas Play Store e App Store, contém informações úteis para o combate e a prevenção ao Coronavírus. Também foram repassadas as orientações da nota conjunta emitida pelas secretarias da Saúde e da Educação do Estado da Bahia relacionadas à prevenção da doença, que  podem ser acessadas no link: www.saude.ba.gov.br/coronavirus.

A comunidade escolar também está engajada na prevenção ao COVID-19 no interior. O assunto entrou na pauta de atividades desenvolvidas pelos estudantes de cursos técnicos de nível médio. No Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) em Biotecnologia e Saúde, em Itabuna, por exemplo, os estudantes do curso técnico de nível médio em Análises Clínicas fizeram um levantamento minucioso sobre o vírus e realizaram uma exposição, com a montagem de estandes no pátio do CEEP, socializando informações com os colegas. “Durante a exposição, eles apresentaram o histórico do vírus e as formas de prevenção, sob a supervisão dos professores. Na próxima semana, ainda sem data definida, realizaremos uma palestra voltada ao tema no turno matutino para contemplar os estudantes desse período”, relatou a diretora do CEEP, Josonita Marinho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *