sexta-feira, julho 10
Shadow

Saúde sem Fronteiras já está nos municípios de Sátiro Dias, Araçás e Itapicuru

Cerca de 3.465 mulheres, na faixa etária de 50 a 69 anos, dos municípios de Sátiro Dias, Araçás e Itapicuru (Região de Alagoinhas) poderão realizar mamografias, exame que detecta precocemente os casos de câncer de mama. Esse atendimento, que começou nesta segunda-feira (16), faz parte do Saúde sem Fronteiras Rastreamento do Câncer de Mama, estratégia do Governo do Estado, viabilizado pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab).

Para ser atendida, a mulher deverá levar um documento de identidade (com foto), Cartão do SUS e comprovante de endereço no município. Os exames serão realizados em unidades móveis, equipadas com mamógrafos de última geração.

O secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas reconhece que “o programa da Sesab transformou- se em uma das mais importantes ferramentas de acesso inicial da mulher às ações de prevenção, diagnóstico e tratamento do câncer”. Ele acrescenta que, o programa tem como diferencial o acompanhamento necessário das mulheres com mamografias inconclusivas, proporcionando a realização de exames complementares para o diagnóstico e o encaminhamento ao tratamento, visando a integralidade do atendimento.

Datas e locais de atendimento

Em Sátiro Dias, o atendimento começa nesta segunda-feira (16) e prossegue até o dia 21 de março. A unidade móvel estará estacionada na Praça Central José Robério Batista da Cruz; Já em Araçás, a unidade móvel ficará de 16 a 19 de março, na Rua José Bonifácio, na Praça da Matriz, ao lado da prefeitura municipal; Em Itapicuru, a ação será desenvolvida em duas localidades: de 16 a 21 de março, a unidade móvel estará estacionada no Distrito de Lagoa Redonda; de 23 a 28 de março, o atendimento será na Praça da Bandeira.

Para as mulheres com diagnóstico positivo, o tratamento cirúrgico, quimioterápico ou radioterápico será realizado em unidades de alta complexidade em oncologia. Este programa é uma ferramenta de acesso da mulher às ações de prevenção, diagnóstico e tratamento do câncer de mama.

Fonte: Ascom/ Sesab

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *