terça-feira, setembro 29
Shadow

Assembleia de Deus tem pedido de voltar a fazer cultos negado por juiz

A Assembleia de Deus, em Serrinha, na região sisaleira, tenta anular os efeitos de um decreto que veta aglomerações devido ao risco de contágio do novo coronavírus. No entanto, em decisão desta segunda-feira (6), o juiz Gustavo Silva Pequeno negou um recurso pedido pela entidade. Conforme o magistrado, não cabia a análise do recurso em plantão judiciário, como foi tentado pela igreja, por não ter caráter de urgência.

O juiz considerou que o pedido deveria ser remetido ao funcionamento normal da Justiça. “NEGO apreciação ao pedido de liminar por não se tratar de situação passível de decisão em regime de plantão e determino a remessa dos autos ao SECOMGE, no primeiro dia útil”, diz trecho da decisão. Em Serrinha, ainda não há caso confirmado da Covid-19.

Em boletim divulgado neste domingo (5) pela prefeitura foram notificados 29 registros, sendo que um deles aguarda resultado feito pelo Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *