sábado, setembro 26
Shadow

Amazonas pode ficar sem funcionários em hospital em meio a colapso

Funcionários do Hospital 28 de Agosto, maior do estado do Amazonas, anunciaram paralisação das atividades a partir desta segunda-feira (27). A condição para suspensão da medida é o pagamento dos salários, ainda neste final de semana.

De acordo com dados do Sindicato dos Enfermeiros do Amazonas, publicados pela Época, há casos de enfermeiros e técnicos que não recebem há oito meses. Outros cerca de 5 mil profissionais, só em Manaus, que não têm recebido salário.

O estado foi o primeiro a entrar em colapso por causa da pandemia do novo coronavírus. Cerca de 1,2 mil funcionários foram afastados por contraírem a doença durante o trabalho. Ao todo, dados oficiais registram no Amazonas 3.635 casos de Covid-19 e 287 óbitos.

Foto: Divulgação

À Época, a presidente do sindicato, Graciete Mouzinho, denunciou também que os profissionais não têm equipamentos de proteção individual. Se recuperando em casa da contaminação por coronavírus, a sindicalista afirma que faltam máscaras N-95 e óculos de proteção para quem atua nas salas rosas e nos leitos de UTI.

O governo do Amazonas lamentou o atraso no salário e alegou ser problema que vem da administração anterior. Além disso, o governo informou que o governador Wilson Lima determinou o pagamento de R$ 60 milhões a cooperativas médicas e terceirizados da saúde. Até agora, no entanto, profissionais não receberam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *