Shadow

Tag: Acajutiba

"Estabelecimentos comerciais poderão funcionar normalmente na segunda e quarta de Carnaval, em Alagoinhas e outras cidades", afirma Sicomércio

"Estabelecimentos comerciais poderão funcionar normalmente na segunda e quarta de Carnaval, em Alagoinhas e outras cidades", afirma Sicomércio

Cidades, Destaque, Notícias de Alagoinhas
Em nota publicada na página oficial da rede social (Facebook) o Sindicato do Comércio Varejista de Alagoinhas e região (Sicomércio) informa que durante os dias 12-segunda-feira e Quarta-feira (14) de Cinzas de Carnaval, os comércios dos municípios de Alagoinhas, Acajutiba, Araçás, Aramari, Cardeal da Silva, Ouriçangas, Conde, Entre Rios, Itanagra, Olindina, Pedrão e Teodoro Sampaio, poderão funcionar normalmente. De acordo com a publicação, a Convenção Coletiva de Trabalho 2016-2017 perdeu sua eficácia em 11 de novembro de 2017, com a chegada da nova Lei Trabalhista (artigo 614 ss 3º, da Lei 13.467/17). Segundo o Sicomércio,presidido por Benedito Vieira, não houve uma concordância entre as entidades sindicais a cerca das novas regras coletivas de trabalho. Redação Se Liga Alagoinhas co
Ouvidoria do TCE/BA ensina como os estudantes de Acajutiba podem denunciar abandono de obra pública

Ouvidoria do TCE/BA ensina como os estudantes de Acajutiba podem denunciar abandono de obra pública

Bahia, Cidades
Os feirantes e moradores do município de Acajutiba, que fica a 185 quilômetros de Salvador, perderam a esperança de ver a conclusão da obra de construção da cobertura da feira livre municipal. O equipamento público seria entregue no dia 2 de junho de 2015 com a promessa de movimentar o comércio local. Depois de dois anos, a obra permanece inacabada e o que foi erguido, a exemplo da estrutura metálica, já apresenta vários pontos de oxidação. E, apesar da placa sinalizar para indícios de irregularidade, ninguém havia registrado denúncia na Ouvidoria do Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE/BA). A obra foi orçada em um valor global de R$ 286.156,48 e o prazo inicial de execução era de três meses, segundo o convênio número 2700/2014, firmado com a Companhia de Desenvolvimento Urbano do Es